Política Ambiental

A Statkraft Energias Renováveis S.A e suas subsidiárias estão sujeitas, na condução dos negócios, à abrangente legislação ambiental nas esferas federal, estadual e municipal. Tais leis e regulamentos disciplinam, por exemplo, a utilização de recursos naturais, a reabilitação e restauração de áreas degradadas, o controle de emissões de poluentes, o tratamento de efluentes industriais, a utilização de produtos perigosos, além do acondicionamento, transporte e destinação final de resíduos sólidos.

 
A Statkraft Energias Renováveis S.A observa, no desenvolvimento das atividades, toda a legislação ambiental aplicável, de forma que se conduzam de acordo com os mais altos padrões de responsabilidade social e ambiental. Mais especificamente:

Implantação dos programas ambientais
Cada licença ambiental outorgada aos empreendimentos possui determinadas condicionantes. Tais condicionantes devem ser observadas pela empresa para a manutenção da validade de cada licença. Dessa maneira, após o recebimento das licenças ambientais, o corpo técnico inicia os procedimentos necessários para a implantação dos programas ambientais necessários para o cumprimento das referidas condicionantes.
Estes programas envolvem, entre outros: (i) plantio de mudas nativas, (ii) monitoramento das condições ambientais (qualidade de água, peixes, fauna terrestre, avifauna e flora), (iii) monitoramento e resgates arqueológicos, e (iv) programas socioeconômicos (monitoramento da população atingida, remanejamentos, monitoramento das condições de infraestrutura dos municípios abrangidos pelos projetos, dentre outros).

Licenciamento ambiental do portfólio da Companhia 
Cada projeto passa por uma análise individualizada, em conjunto com o órgão ambiental competente, acerca da profundidade dos estudos ambientais necessários para o seu licenciamento. Após esta etapa inicia-se a contratação de empresas especializadas sob a coordenação da equipe de meio ambiente.

Compensações Ambientais
Para os projetos licenciados por meio de EIA/RIMA, a legislação prevê a destinação de um percentual do investimento total do projeto em Unidades de Conservação pertencentes aos SNUC - Sistema Nacional de Unidades de Conservação. Dessa forma, os ativos em implantação licenciados por meio de EIA/RIMA destinam 0,5% dos seus investimentos totais em Unidades de Conservação definidas pelos órgãos ambientais licenciadores.
 
Para além do cumprimento da legislação ambiental, a Statkraft Energias Renováveis S.A incorpora em suas atividades os seguintes princípios e práticas ambientais:
 
§ Equipe própria de meio ambiente é envolvida desde a concepção dos projetos, oportunidade na qual avalia a viabilidade ambiental, os riscos ambientais e propõe melhorias ao projeto, de forma a torná-lo em linha com as melhores práticas ambientais. 
 
§ A equipe técnica atua intensamente durante a implantação de nossos empreendimentos, realizando estudos e trabalhos de auditoria e, ainda, qualificando todas as empresas prestadoras de serviços, garantido que as empresas contratadas tenham uma política ambiental em linha com os princípios de preservação e prevenção de danos ao meio ambiente.
 
§ No que se refere às nossas usinas em operação, mantém o compromisso constante de adequação à legislação ambiental, como forma de garantir a manutenção do licenciamento ambiental de todos os empreendimentos. Nesse sentido, mantém continuamente programas ambientais em seus empreendimentos, especialmente aqueles voltados a verificar as interferências com o ambiente local, garantindo que qualquer modificação no meio seja prontamente perceptível e mitigada.